Image hosting by Photobucket

21 junho, 2005

Todo poder às mal-amadas
Por Fran Pacheco

Image hosted by Photobucket.com
Fera ferida, a serviço da Pátria, escancarando
de vez os arquivos do maridão.


Celso Pitta já provou do veneno. Chiquinho Scarpa (afe!) que o diga. Woody Allen não achou a menor graça. Agora quem tem seus negócios famigliares postos a nu por aquela com quem uma vez dividiu (ou loteou) o leito, é o sudoríparo presidente do PL, um certo Valdemar Costa Neto.

Atenção, pilantras do mundo: a ex-mulher é uma mulher armada! Já sentenciava W.C. Fields (humorista e toilette) que seu peixe favorito era “uma piranha na banheira de minha ex-mulher”. Os verdadeiros mafiosi, os tradicionais, os de raízes calabresas, sabiam muito bem se precaver da fúria uterina. Al Capone, Lucky Luciano e John Gotti nunca se deram ao luxo de ter ex-mulheres.

O que seria dos grandes líderes se por trás deles houvesse uma grande ex-mulher? Que restaria da reputação de um Napoleão se Josefina, após rumoroso desquite, espalhasse pelas cortes inimigas que “antes de voltar da guerra, Leãozinho me obrigava a passar 3 dias sem tomar banho nem usar desodorante. E eu era... (fazendo um gesto pequeno, bem pequeno, com o polegar e o indicador) parcamente recompensada... vocês me entendem?” Não precisaria nem de Waterloo para liquidar com o pequeno grande homem.

É, Valdemar, pode continuar suando frio, cubra a cara com Sempre-Livre ou uma fralda geriátrica. Sua ex-mulher vai falar tudo. Tudinho. Ah, Valdemar, em vez de chegar em casa tarde da noite com os bolsos abarrotados de mensalão e ir cortando logo a conversa com um “querida, nunca me pergunte sobre o meu trabalho!”, você caiu na besteira de abrir o jogo – e contar vantagem! Bonnie & Clyde, seu pateta, só não se mataram porque levaram uma rajada de balas antes. Vês como foi efêmero o tesão, a depravação causada por aqueles maços de notas de cem (faixinha do Banco Rural) estalando de novas, esparramados na cama, o espelho no teto a duplicar a sua fortuna e a sua desgraça? Agora sua situação Valdemar a pior, com o perdão do trocadilho infame.

O que me entristece é esse imenso recurso natural inexplorado. É preciso incentivar os divórcios rumorosos entre os VIPs. Vamos colocar o serviço secreto (pfui!) brasileiro para trabalhar. Envenenem as relações conjugais dessa gente. Afinal, em quantas mansões de Valdemares, Pittas, Rocha-Matos e quejandos uma ex-mulher em potencial não guarda dentro do toucador, com carinho e com afeto, uma doce vingança por ter sido colocada de fora do grande negócio, ou trocada por uma ninfeta sub-15 ou por um cidadão de Cabo Frio? Já seria um grande consolo saber que os vendilhões da pátria não dormem tão tranquilos assim, pensando no que aquela senhora roncando ao lado seria um dia capaz de aprontar.

 

1 Comments:

  • At 7:34 AM, Anonymous Anônimo said…

    I am very happy to read this article..thanks for giving us this useful information. anti viral Read a useful article about tramadol tramadol

     

Postar um comentário

<< Home