Image hosting by Photobucket

19 julho, 2006

É a vaselina, estúpido!
Por Cezário Camelo, "Cecezinho"

Photobucket - Video and Image Hosting
Cecezinho acha que mulher é que nem batatinha Elma Chips: é impossível comer só uma!


Suruba, se você não conhece, diz respeito a um monte de gente pelada enfiando perna aqui, braço acolá, partes íntimas – toba, pica, xana, língua, boca – aqui e acolá. Gente gemendo embaixo de você, gente gemendo em cima, atrás, na frente, e, dependendo do nível do evento, cão dinamarquês latindo de um lado e cacatua berrando do outro.


Pois bem, eu nunca fui muito fanático por esse esporte. Acredito até que se começasse a participar com mais assiduidade, seria obrigado a mudar meus hábitos. Provavelmente teria que raspar a cabeça à máquina zero, fazer uma tatuagem de dragão nas costas, começar a andar de robe de chambre pelo quintal de casa, calçar sandálias havaianas customizadas, gostar de comida japonesa e outras perversões semelhantes.

Não, não senhor. Prefiro meu estilo rústico. Fazendo sexo com uma popozuda, uma ninfeta, uma matrona, uma cadela dinamarquesa ou uma cacatua de cada vez. Ou de duas em duas. Ou de três em três. Mas cada uma esperando sua vez sem reclamar.

Além do que, uma suruba deve deixar o recinto tão sujo que nem mesmo um “jizz mopper” seria capaz de deixá-lo completamente em ordem. Para quem não sabe, um “jizz mopper” é o cara que tem o pior emprego do mundo. Trata-se do cidadão que limpa as cabines de “peep show” depois que o cliente sai. O emprego é tão ruim que não tem nem tradução em português. O Fran Pacheco chama de “políticos filhos da puta”.

A única exceção que abro é participar anualmente da “suruba portuguesa de olhos vendados em quarto escuro”, que ocorre no Salão Internacional Erótico de Lisboa, sempre no domingo, sempre às 23h, sempre com 180 casais de voluntários. Como não dá pra ver o que está acontecendo, limito-me a reproduzir o que ouvi na última vez, enquanto protegia meu marquês do rabicó com uma das mãos e com a outra guiava minha anaconda nos rabicós dos demais participantes.

Sim, sim... Não, não... Nossa como é grande!... Eu pedi dois dálmatas e um koala... Nada que você não vá gostar... Uma doença venérea do padeiro?... Ela é uma freira, deus do céu, mas parece puta... Me chupa, me atocha, me chama de Marta Rocha!... Aí não, moço, que já está ocupado... Como assim, não foi possível encontrá-los num domingo à noite?... Pelo jeito é uma anã orelhuda, banguela e de cabeça chata... Senador Jefferson, o deputado Dallas acabou de entrar... Eu pedi koalas, não coelhos...

E você chama isso de apertadinha?... Muge, sua porca, muge... É pra cuspir ou pra engolir?... Vou passar cerol na mão... Quem muge é vaca, senador Jefferson, porcas grunhem... Quem não tem colírio usa óculos escuros... Você tem certeza que entrou?... Me bate, me bate... Vem neném, vem neném... Não pára, não pára... Posso engatar nesse trenzinho?... Garrafa de coca-cola litro? Pensei que fosse um clister... Je vous salue, Marie... Alguém pediu pizza?...

Nossa, eu conheço um creminho óóótimo pra isso... Quem foi o corno que meteu o dedo no meu cu?... Aquele filme do Neil Jordan, como é mesmo o nome?... Vossa excelência desperta em mim os instintos mais primitivos... Onde estão os rinocerontes?... Vai, lacraia, vai, lacraia... Abre mais, abre mais... Ih, benhê, esqueci a chave das algemas... No chão, no chão... Desse jeito eu nunca tinha experimentado... Endurece essa porra, endurece essa porra... J’ai taime moi non plus...

Rapaz, que merda é essa?... Tira, senão eu vou vomitar... Desculpe, moça, mas eu só vim entregar as pizzas... As primeiras descrições de unicórnio foram do grego Ctesias, no ano 400 antes de Cristo, durante uma viagem à África... Estou toda assada... Comer xana é certo, mas não é justo, comer cu é justo, mas não é certo... Só toco samba, só toco samba... É bem provável que Ctesias tenha visto um rinoceronte... Alguém aqui pediu pizza?... Agora vira, coração... Meu reino por um cavalo... Canguru perneta?! Deus me livre!!!

Meu nome é Osvaldo, mas pode me chamar de Marieta... Putizsgrila, a camisinha estourou... Não fala de boca cheia, gata!... É a vaselina, estúpido!... Eu quero sexo!!! Eu quero pica!!!... Que porra é essa?... Deve ser a ex-mulher do desembargador Fonseca... Ficou louca, mulher, ficou louca?... Caceta, o quê que o garoto da pizza ainda está fazendo aqui?...Vistam-se rápido que a luz vai acender... Êi, péra aí que ainda não comi ninguém... Porra, senador Jefferson, vosmecê é mesmo uma mala-sem-alça... Vá tomar no cu, Dallas!... No, thanks!... Já estou por aqui de pica...


 

3 Comments:

  • At 1:45 AM, Anonymous Anônimo said…

    Here are some links that I believe will be interested

     
  • At 3:34 PM, Anonymous Anônimo said…

    I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
    »

     
  • At 10:26 PM, Anonymous Anônimo said…

    Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
    »

     

Postar um comentário

<< Home